Casa Civil do Estado de Rondônia

Diretoria Técnica Legislativa - DITEL

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


start:lei_ordinaria:lei_ordinaria_2744

Diferenças

Aqui você vê as diferenças entre duas revisões dessa página.

Link para esta página de comparações

start:lei_ordinaria:lei_ordinaria_2744 [2019/05/24 13:36]
eduardo criada
start:lei_ordinaria:lei_ordinaria_2744 [2019/05/24 13:38] (atual)
eduardo
Linha 1: Linha 1:
-LEI Nº 2.744, DE 16 DE MAIO DE 2012. 
  
  
-Alterada até a Lei 3.757de 12/​01/​2016 +**LEI Nº 2.744DE 16 DE MAIO DE 2012.**
- +
-Alterações:​ +
-Alterada pela Lei n3.757, de 12/​01/​2016 +
  
 +[[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​Files/​L3757.pdf|Alterada pela Lei n. 3.757, de 12/​01/​2016]]
  
 Dispõe sobre a utilização de prêmios ou créditos de milhagem oferecidos pelas companhias de transportes aéreos, quando as passagens forem adquiridas com recursos do erário. Dispõe sobre a utilização de prêmios ou créditos de milhagem oferecidos pelas companhias de transportes aéreos, quando as passagens forem adquiridas com recursos do erário.
  
- +O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO,
-O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO, ​+
  
 Faço saber que a Assembleia Legislativa decretou, e Eu, nos termos do § 7º do artigo 42 da Constituição do Estadual, promulgo a seguinte Lei: Faço saber que a Assembleia Legislativa decretou, e Eu, nos termos do § 7º do artigo 42 da Constituição do Estadual, promulgo a seguinte Lei:
  
-Art. 1º. Os prêmios ou créditos de milhagem oferecidos pelas companhias de transportes aéreos, quando resultante de passagens aéreas adquiridas com recursos ​ do erário pelos diversos órgãos/​entidades da estrutura administrativa do Estado, incluindo as autarquias, sociedades de economia mista e fundações e Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, serão repassados a um único órgão.+<del>Art. 1º. Os prêmios ou créditos de milhagem oferecidos pelas companhias de transportes aéreos, quando resultante de passagens aéreas adquiridas com recursos do erário pelos diversos órgãos/​entidades da estrutura administrativa do Estado, incluindo as autarquias, sociedades de economia mista e fundações e Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, serão repassados a um único órgão.</​del>​
  
-Art. 1º. Os prêmios ou créditos de milhagens oferecidos pelas companhias de transporte aéreo, quando as passagens forem adquiridas com recursos do erário pelos diversos órgão/​entidades da estrutura administrativa do Estado, incluindo as autarquias, sociedades de economia mista e fundações serão repassados a um único órgão. (Redação dada pela Lei n. 3.757, de 12/01/2016)+Art. 1º. Os prêmios ou créditos de milhagens oferecidos pelas companhias de transporte aéreo, quando as passagens forem adquiridas com recursos do erário pelos diversos órgão/​entidades da estrutura administrativa do Estado, incluindo as autarquias, sociedades de economia mista e fundações serão repassados a um único órgão. ([[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​Files/​L3757.pdf|Redação dada pela Lei n. 3.757, de 12/01/2016]])
  
 § 1º. Fica estabelecida a Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer – SECEL, órgão responsável que será repassado as milhagens, onde serão acumulados e destinados para o deslocamento de atletas que forem participar de competição oficial nacional ou internacional,​ representando o Estado de Rondônia; e para a participação de estudantes da rede pública estadual em congressos oficiais em outros Estados. § 1º. Fica estabelecida a Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer – SECEL, órgão responsável que será repassado as milhagens, onde serão acumulados e destinados para o deslocamento de atletas que forem participar de competição oficial nacional ou internacional,​ representando o Estado de Rondônia; e para a participação de estudantes da rede pública estadual em congressos oficiais em outros Estados.
Linha 26: Linha 21:
 Art. 2º. Caberá à SECEL montar uma comissão gestora para fiscalizar, administrar e executar o caput do art. 1º. Art. 2º. Caberá à SECEL montar uma comissão gestora para fiscalizar, administrar e executar o caput do art. 1º.
  
-§ 1º. A Comissão será composta por 3 (três) membros das federações esportivas ​ e 3 (três) membros ligados a associações culturais sob a presidência do Secretário de Esporte, Cultura e Lazer.+§ 1º. A Comissão será composta por 3 (três) membros das federações esportivas e 3 (três) membros ligados a associações culturais sob a presidência do Secretário de Esporte, Cultura e Lazer.
  
 § 2º. Essa comissão terá validade por 2 (dois) anos que poderão ser substituídos ou prorrogados por igual prazo. § 2º. Essa comissão terá validade por 2 (dois) anos que poderão ser substituídos ou prorrogados por igual prazo.
Linha 34: Linha 29:
 Art. 4º. É vedada a utilização dos prêmios ou créditos para deslocamento de dirigentes para qualquer que seja a finalidade, salvo os Técnicos ou Dirigentes que acompanharão os respectivos alunos ou atletas. Art. 4º. É vedada a utilização dos prêmios ou créditos para deslocamento de dirigentes para qualquer que seja a finalidade, salvo os Técnicos ou Dirigentes que acompanharão os respectivos alunos ou atletas.
  
-Art. 5º. A cada trimestre, todos os órgãos/​entidades públicas do Estado, incluindo as autarquias, sociedade de economia mista, fundações e Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, remeterão relatórios pormenorizados das passagens adquiridas e a identificação das respectivas companhias aéreas pelo órgão definido conforme o previsto no parágrafo 1º do art. 1º, para viabilização do controle e coleta dos prêmios ou créditos de milhagem e os repasses, quando necessário.+<del>Art. 5º. A cada trimestre, todos os órgãos/​entidades públicas do Estado, incluindo as autarquias, sociedade de economia mista, fundações e Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, remeterão relatórios pormenorizados das passagens adquiridas e a identificação das respectivas companhias aéreas pelo órgão definido conforme o previsto no parágrafo 1º do art. 1º, para viabilização do controle e coleta dos prêmios ou créditos de milhagem e os repasses, quando necessário.</​del>​
  
-Art. 5°. A cada trimestre, todos os órgãos/​entidades públicas do Estado, incluindo as autarquias, sociedade de economia mista e fundações,​ remeterão relatórios pormenorizados das passagens adquiridas e a identificação das respectivas companhias aéreas pelo órgão definido conforme o previsto no § lº do artigo 1º, para viabilização do controle e coleta dos prêmios ou créditos de milhagens e os repasses, quando necessário. (Redação dada pela Lei n. 3.757, de 12/01/2016)+Art. 5°. A cada trimestre, todos os órgãos/​entidades públicas do Estado, incluindo as autarquias, sociedade de economia mista e fundações,​ remeterão relatórios pormenorizados das passagens adquiridas e a identificação das respectivas companhias aéreas pelo órgão definido conforme o previsto no § lº do artigo 1º, para viabilização do controle e coleta dos prêmios ou créditos de milhagens e os repasses, quando necessário. ([[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​Files/​L3757.pdf|Redação dada pela Lei n. 3.757, de 12/01/2016]])
  
 Art. 6º. O Poder Executivo, no prazo de 60 (sessenta) dias regulamentará esta Lei, estabelecendo,​ inclusive as formas de controle das anotações dos prêmios e/ou créditos de milhagem e da respectiva concessão destes por parte do Estado. Art. 6º. O Poder Executivo, no prazo de 60 (sessenta) dias regulamentará esta Lei, estabelecendo,​ inclusive as formas de controle das anotações dos prêmios e/ou créditos de milhagem e da respectiva concessão destes por parte do Estado.
  
 Art. 7º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 7º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
- 
  
 ASSEMBLEIA LEGISLATIVA,​ 16 de maio de 2012. ASSEMBLEIA LEGISLATIVA,​ 16 de maio de 2012.
  
 +Deputado HERMÍNIO COELHO
  
- 
- 
-Deputado HERMÍNIO COELHO 
 Presidente em exercício – ALE/RO Presidente em exercício – ALE/RO
- 
- 
- 
  
  
start/lei_ordinaria/lei_ordinaria_2744.txt · Última modificação: 2019/05/24 13:38 por eduardo