Casa Civil do Estado de Rondônia

Diretoria Técnica Legislativa - DITEL

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


start:lei_ordinaria:lei_ordinaria_1937

Diferenças

Aqui você vê as diferenças entre duas revisões dessa página.

Link para esta página de comparações

start:lei_ordinaria:lei_ordinaria_1937 [2019/05/27 12:26]
vanessa cordeiro criada
start:lei_ordinaria:lei_ordinaria_1937 [2019/05/27 12:28] (atual)
vanessa cordeiro
Linha 1: Linha 1:
 +
 +
 **LEI Nº 1937, DE 29 DE JULHO E 2008.** **LEI Nº 1937, DE 29 DE JULHO E 2008.**
  
Linha 5: Linha 7:
 Alterações:​ Alterações:​
  
-Alterada pela Lei n. 1.942, de 20/08/2008.+[[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​detalhes.aspx?​coddoc=2693|Alterada pela Lei n. 1.942, de 20/08/2008.]]
  
 Dispõe sobre a proibição de propagandas eleitorais em muros e fachadas de prédios particulares em território estadual Dispõe sobre a proibição de propagandas eleitorais em muros e fachadas de prédios particulares em território estadual
  
-O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: +O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
-Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei:+
  
 Art. 1º. Sem prejuízo das demais cominações legais impostas pela legislação vigente, em especial o Código Eleitoral e a Resolução nº 22.718 do Tribunal Superior Eleitoral, a instalação e disposição de propagandas eleitorais em território estadual obedecerão às disposições desta Lei. Art. 1º. Sem prejuízo das demais cominações legais impostas pela legislação vigente, em especial o Código Eleitoral e a Resolução nº 22.718 do Tribunal Superior Eleitoral, a instalação e disposição de propagandas eleitorais em território estadual obedecerão às disposições desta Lei.
- +
 Art. 2º. Não será permitida a propaganda que prejudique a higiene e a estética urbana, causando poluição ambiental, nos termos do artigo 3º, inciso III da Lei 6.938/81, ou que contravenha as posturas municipais ou qualquer outra restrição de direito. Art. 2º. Não será permitida a propaganda que prejudique a higiene e a estética urbana, causando poluição ambiental, nos termos do artigo 3º, inciso III da Lei 6.938/81, ou que contravenha as posturas municipais ou qualquer outra restrição de direito.
- +
 <​del>​Parágrafo único. Para os efeitos desta Lei, a estética urbana é prejudicada pela propaganda eleitoral quando a pintura e escritura de propaganda eleitoral, seja do candidato, partido ou coligação,​ em prédios, muros, painéis, tapumes e outras edificações urbanas.</​del>​ <​del>​Parágrafo único. Para os efeitos desta Lei, a estética urbana é prejudicada pela propaganda eleitoral quando a pintura e escritura de propaganda eleitoral, seja do candidato, partido ou coligação,​ em prédios, muros, painéis, tapumes e outras edificações urbanas.</​del>​
  
-Parágrafo único. Para os efeitos desta Lei, considera-se prejudicada a estética urbana quando ocorrer a propaganda eleitoral de candidato, partido ou coligação em muros, painéis, tapumes ou fachadas externas de edificações comerciais ou residenciais. (Redação dada pela Lei n. 1.942, de 20/08/2008)+Parágrafo único. Para os efeitos desta Lei, considera-se prejudicada a estética urbana quando ocorrer a propaganda eleitoral de candidato, partido ou coligação em muros, painéis, tapumes ou fachadas externas de edificações comerciais ou residenciais. ([[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​detalhes.aspx?​coddoc=2693|Redação dada pela Lei n. 1.942, de 20/08/2008]])
  
 <​del>​Art. 3º. Em atenção à função social que deve ser desempenhada pela propriedade privada é vedada, em bens imóveis particulares,​ a veiculação de faixas, placas, cartazes, pinturas ou inscrições,​ de qualquer cor ou tamanho, especialmente em muros e fachadas, estejam aqueles em construção ou não.</​del>​ <​del>​Art. 3º. Em atenção à função social que deve ser desempenhada pela propriedade privada é vedada, em bens imóveis particulares,​ a veiculação de faixas, placas, cartazes, pinturas ou inscrições,​ de qualquer cor ou tamanho, especialmente em muros e fachadas, estejam aqueles em construção ou não.</​del>​
  
-Art. 3º. Em atenção à função social que deve ser desempenhada pela propriedade privada, é vedada a veiculação de propaganda eleitoral, através de faixas, placas ou cartazes, como também pinturas ou inscrições,​ de qualquer cor ou tamanho, em muros e fachadas externas de imóveis comerciais ou residenciais,​ mesmo que estejam em construção. (Redação dada pela Lei n. 1.942, de 20/08/2008)+Art. 3º. Em atenção à função social que deve ser desempenhada pela propriedade privada, é vedada a veiculação de propaganda eleitoral, através de faixas, placas ou cartazes, como também pinturas ou inscrições,​ de qualquer cor ou tamanho, em muros e fachadas externas de imóveis comerciais ou residenciais,​ mesmo que estejam em construção. ([[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​detalhes.aspx?​coddoc=2693|Redação dada pela Lei n. 1.942, de 20/08/2008]])
  
 <​del>​Parágrafo único. O descumprimento do disposto no caput implicará ao candidato o pagamento de multa no valor de R$ 5.320,50 (cinco mil e trezentos e vinte reais e cinqüenta centavos) a R$ 15.961,50 (quinze mil novecentos e sessenta e um reais e cinqüenta centavos) e à imediata retirada da propaganda irregular.</​del>​ <​del>​Parágrafo único. O descumprimento do disposto no caput implicará ao candidato o pagamento de multa no valor de R$ 5.320,50 (cinco mil e trezentos e vinte reais e cinqüenta centavos) a R$ 15.961,50 (quinze mil novecentos e sessenta e um reais e cinqüenta centavos) e à imediata retirada da propaganda irregular.</​del>​
  
-§ 1º. Respeitado os limites impostos pela legislação federal, fica permitida a fixação de faixas, placas ou cartazes de candidato nos espaços internos dos imóveis particulares. (Parágrafo acrescido pela lei n. 1.942, de 20/08/2008)+§ 1º. Respeitado os limites impostos pela legislação federal, fica permitida a fixação de faixas, placas ou cartazes de candidato nos espaços internos dos imóveis particulares. ([[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​detalhes.aspx?​coddoc=2693|Parágrafo acrescido pela lei n. 1.942, de 20/08/2008]])
  
-§ 2º. O descumprimento do disposto no caput implicará ao candidato o pagamento de multa no valor de R$ 5.320,50 (cinco mil e trezentos e vinte reais e cinqüenta centavos) a R$ 15.961,50 (quinze mil novecentos e sessenta e um reais e cinqüenta centavos) e à imediata retirada da propaganda irregular. (Primitivo parágrafo único renumerado pela Lei n. 1.942, de 20/08/2008)+§ 2º. O descumprimento do disposto no caput implicará ao candidato o pagamento de multa no valor de R$ 5.320,50 (cinco mil e trezentos e vinte reais e cinqüenta centavos) a R$ 15.961,50 (quinze mil novecentos e sessenta e um reais e cinqüenta centavos) e à imediata retirada da propaganda irregular. ([[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​detalhes.aspx?​coddoc=2693|Primitivo parágrafo único renumerado pela Lei n. 1.942, de 20/08/2008]])
  
 Art. 4º. Para a procedência da representação e imposição de penalidade pecuniária por realização de propaganda irregular, é necessário que a representação seja instruída com prova de sua autoria e do prévio conhecimento do beneficiário,​ caso este não seja por ela responsável. Art. 4º. Para a procedência da representação e imposição de penalidade pecuniária por realização de propaganda irregular, é necessário que a representação seja instruída com prova de sua autoria e do prévio conhecimento do beneficiário,​ caso este não seja por ela responsável.
Linha 40: Linha 41:
 Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 29 de julho de 2008, 120º da República. Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 29 de julho de 2008, 120º da República.
  
- +IVO NARCISO CASSOL Governador
-IVO NARCISO CASSOL +
-Governador+
  
  
start/lei_ordinaria/lei_ordinaria_1937.txt · Última modificação: 2019/05/27 12:28 por vanessa cordeiro