Casa Civil do Estado de Rondônia

Diretoria Técnica Legislativa - DITEL

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


start:lei_complementar:lei_complementar_553

Diferenças

Aqui você vê as diferenças entre duas revisões dessa página.

Link para esta página de comparações

start:lei_complementar:lei_complementar_553 [2019/08/01 16:12]
barbara criada
start:lei_complementar:lei_complementar_553 [2019/08/01 16:14] (atual)
barbara
Linha 1: Linha 1:
-LEI COMPLEMENTAR Nº 553, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2009. 
-DOE Nº 1401, DE 5 DE JANEIRO DE 2010. 
-DOE Nº 1422, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2010. REP. POR INCORREÇÃO. 
  
  
 +**LEI COMPLEMENTAR Nº 553, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2009.**
  
 +DOE Nº 1401, DE 5 DE JANEIRO DE 2010.
 +
 +DOE Nº 1422, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2010. REP. POR INCORREÇÃO.
  
 Alterações:​ Alterações:​
-Alterada pela Lei Complementar n. 634, de 14/10/2011 
  
 +[[http://​ditel.casacivil.ro.gov.br/​COTEL/​Livros/​detalhes.aspx?​coddoc=713|Alterada pela Lei Complementar n. 634, de 14/​10/​2011]]
  
 Institui Verba de Representação para os Defensores Públicos ocupantes de cargos e funções de Direção e Coordenação na Defensoria Pública do Estado e cria cargos de Defensor Público de Entrância Especial. Institui Verba de Representação para os Defensores Públicos ocupantes de cargos e funções de Direção e Coordenação na Defensoria Pública do Estado e cria cargos de Defensor Público de Entrância Especial.
  
-O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: +O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar:​
-Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar:​+
  
 Art. 1º. Fica instituída a Verba de Representação a ser paga aos Defensores Públicos do Estado, pelo exercício dos cargos e funções previstas no Anexo I desta Lei Complementar,​ nos percentuais que menciona e calculados sobre o subsídio do Defensor Público de Entrância Especial. Art. 1º. Fica instituída a Verba de Representação a ser paga aos Defensores Públicos do Estado, pelo exercício dos cargos e funções previstas no Anexo I desta Lei Complementar,​ nos percentuais que menciona e calculados sobre o subsídio do Defensor Público de Entrância Especial.
  
-Art. 2º. Ficam criados, e acrescidos ao Quadro dos Cargos Efetivos da Carreira da Defensoria Pública do Estado, 3 (três) cargos de Defensor Público de Entrância Especial. ​+Art. 2º. Ficam criados, e acrescidos ao Quadro dos Cargos Efetivos da Carreira da Defensoria Pública do Estado, 3 (três) cargos de Defensor Público de Entrância Especial.
  
 Art. 3º. Ao Defensor Público investido no cargo em cumprimento ao disposto no artigo 22 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Federal, é assegurado o direito de promoção e opção pela permanência na Comarca onde estiver atuando na data da promoção. Art. 3º. Ao Defensor Público investido no cargo em cumprimento ao disposto no artigo 22 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Federal, é assegurado o direito de promoção e opção pela permanência na Comarca onde estiver atuando na data da promoção.
Linha 25: Linha 25:
 I - se na primeira metade do mandato, deverá ser formada lista tríplice para nomeação de sucessor, nos termos do disposto na Lei Complementar nº 117, de 4 de novembro de 1994; e I - se na primeira metade do mandato, deverá ser formada lista tríplice para nomeação de sucessor, nos termos do disposto na Lei Complementar nº 117, de 4 de novembro de 1994; e
  
-II - se na segunda metade do mandato, o Subdefensor Público-Geral em exercício assumirá o cargo vago, em reunião perante o Conselho Superior, e cumprirá o período remanescente,​ devendo no mesmo ato nomear um sucessor para o cargo de Subdefensor Público-Geral que exercerá mandato nos termos da lei. +II - se na segunda metade do mandato, o Subdefensor Público-Geral em exercício assumirá o cargo vago, em reunião perante o Conselho Superior, e cumprirá o período remanescente,​ devendo no mesmo ato nomear um sucessor para o cargo de Subdefensor Público-Geral que exercerá mandato nos termos da lei.
  
-Art. 5º. As despesas decorrentes da execução desta Lei Complementar correrão à conta de dotações orçamentárias próprias. ​+Art. 5º. As despesas decorrentes da execução desta Lei Complementar correrão à conta de dotações orçamentárias próprias.
  
 Art. 6º. Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação,​ com efeitos financeiros a contar de 1º de dezembro de 2009. Art. 6º. Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação,​ com efeitos financeiros a contar de 1º de dezembro de 2009.
Linha 33: Linha 33:
 Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 31 de dezembro de 2009, 121º da República. Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 31 de dezembro de 2009, 121º da República.
  
 +IVO NARCISO CASSOL
  
 +Governador
 +
 +{{:​start:​lei_complementar:​anexo_lc553.jpg}}
  
  
-IVO NARCISO CASSOL 
-Governador 
-  
-{{:​start:​lei_complementar:​anexo_lc553.jpg|}} 
start/lei_complementar/lei_complementar_553.txt · Última modificação: 2019/08/01 16:14 por barbara